quarta-feira, 9 de março de 2016

Vitória Final

Aos companheiros de sofrimento que acompanham o blog,

É com imensa alegria que vos anuncio que o meu processo contra a Chery finalmente chegou às fases finais. Após a vitória em 1º grau no final de 2014, tivemos um ano de julgamento dos embargos declaratórios (Redenção Chery - Concessionária Local) e recebimento de apelação (Chery do Brasil). A Chery do Brasil havia sido tão rasteira (em todos os sentidos) em sua apelação que eu tinha plena convicção de que a sentença original seria tranquilamente mantida no 2º grau. E isso foi exatamente o que aconteceu no despacho de hoje:
"A Terceira Câmara Cível, em Turma, à unanimidade de votos, conheceu e negou provimento ao recurso, nos termos do voto do Relator. Foi lido o acórdão e aprovado."
Então, finalmente, após quase 4 anos de processo, a justiça acabou prevalecendo e eu serei minimamente compensado por todos os transtornos que a fatídica decisão de comprar um Chery causou à minha pessoa. Agora é só uma questão de tempo até a execução da sentença de fato ocorrer.

Reitero a minha recomendação à todas as pessoas que vem sendo lesadas por esta montadora e suas concessionárias: Procurem seus direitos o mais brevemente possível! O que a Chery, de maneira geral, vem aprontando com seus clientes é caso sim de justiça! Vão à luta, se o desvaneio de comprar um Chery já aconteceu e você não aceita perder boa parte desse investimento ao "se livrar" do carro (considero um crime passar esse produto para frente), a única saída é o judiciário! E é só desta maneira que se contribui para que nós consumidores sejamos menos lesados!

E é com grande alívio, orgulho e sensação de dever cumprido que eu posso bradar:

CHERY NUNCA MAIS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!




6 comentários:

  1. Até que enfim terminou essa novela!!! E o resultado foi mais do que justo, isso prova que não podemos esquecer dos nossos direitos, infelizmente o processo é lento, mas não podemos desistir. Parabéns pela atitude, persistência e paciência meu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado meu amigo! Vc também faz parte dessa vitória!

      Excluir
  2. Parabéns Aguinaldo, também ganhei em 1ª instância, "Posto isso, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido e o faço para CONDENAR as requeridas MACAU VEÍCULOS PEÇAS E SERVIÇOS LTDA e CHERY DO BRASIL COMÉRCIO INTERNACIONAL LTDA., solidariamente, ao pagamento de R$7.000,00 (sete mil reais), corrigido monetariamente desde o ajuizamento da demanda e acrescido de juros de mora de 1% ao mês, a contar da citação e, para CONDENAR as requeridas, solidariamente, ao cumprimento de obrigação de fazer consistente em providenciar a substituição do veículo por outro por outro de mesmo modelo, em perfeitas condições de uso, no prazo de trinta dias, a contar da presente, sob pena de multa diária de R$1.000,00 (um mil reais) até o limite de R$15.000,00 (quinze mil reais), convertendo-se a obrigação em perdas e danos em caso de impossibilidade de cumprimento da obrigação, pelo valor do bem (R$33.100,00), corrigido monetariamente desde a data da compra (23.08.2010 - fls.11) e acrescido de juros de mora de 1% ao mês a partir da citação."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por você amigo! E isso só gera jurisprudência em favor das pessoas lesadas. Uma pena que você vai ter que continuar com um Chery. No meu caso, o juiz decidiu pela devolução do carro e ressarcimento do valor pago, corrigido.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Poxa, então não sou só eu, é a quinta vez que preciso mexervno motor de partida, e a terceira vez que preciso trocar..sendo que a primeira e a última foram na autorizada. Tenho um Chery face 2010/2010, única fona, comprado com imenso sacrifício. Penso a mesma coisa de VC, passar pra frente algo que não presta.

    ResponderExcluir